Publicado em

Vinho seco, doce ou suave. Qual vinho escolher?

Certamente, essa é a dúvida de muitas pessoas ao escolherem um vinho: Devo comprar um seco, doce ou suave. Essa dúvida se reforça quando queremos presentear alguém com uma garrafa de vinho. Neste momento, muitos optam por um vinho doce, pensando ser o vinho mais equilibrado ao paladar, mas será que essa escolha está certa?

Essa associação entre a busca de um sabor mais neutro e o vinho doce se faz por uma ligação óbvia entre nome e paladar, já que desde a infância comsumimos bebidas doces, como refrigerantes e sucos adocicados. Mas os vinhos doces surpreendem ao serem menos doces do que os vinhos suaves. A doçura do vinho doce (também denominado vinho de sobremesa ou vinho do porto) se faz naturalmente, pela fermentação junto ao álcool. Já nos vinhos suaves, existe realmente a adição de açúcar em seu preparo.

Os vinhos suaves são vinhos mais simples, sem amadurecimento e aromas intensos, com diversas opções de vinhos brancos e tintos suaves. Sua indicação é para que sejam apreciados no dia a dia, com um investimento mais baixo, assim como a baixa expectativa por um sabor mais apurado.

Já os secos são, em geral, vinhos mais finos. Elaborados a partir de uvas nobres e processos de cultivo, colheita e amadurecimento que permitem a adição de notas e aromas que tornam esses vinhos tão fantásticos ao nosso paladar.

Se você está começando no mundo dos vinhos, aconselhamos que se permita conhecer cada tipo de vinho, experimentando suas harmonizações com pratos, suas uvas e origens. Cada vinho tem sua história e seu momento, aproveite a descoberta desse maravilhoso mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *